Bullying na Escola: Estratégias para um Ambiente mais Seguro e Acolhedor

O Bullying na Escola

O bullying na escola é um problema sério que afeta milhões de crianças e adolescentes em todo o mundo. É uma realidade preocupante que pode deixar marcas profundas nas vítimas, afetando não apenas seu desempenho acadêmico, mas também sua saúde mental e emocional. Diante desse desafio complexo, é crucial abordar o assunto com sensibilidade e empatia, tanto nas escolas quanto em casa.

Uma série para dialogar sobre o tema em casa

Foto: Reprodução da internet

É nesse contexto que surge a série “Beleza Verdadeira“, disponível na Netflix. Esta série não só retrata de forma realista as dinâmicas do bullying escolar, mas também oferece insights valiosos sobre como lidar com essa questão delicada. 

Ao assistir a “Beleza Verdadeira“, as famílias podem encontrar uma oportunidade única de iniciar conversas importantes sobre o bullying e suas consequências.

 

Neste artigo, vamos trazer 5 lições inspiradas pela série “Beleza Verdadeira”, que podem ajudar as famílias a abordarem o tema do bullying com seus filhos. Ao fornecer orientação e apoio, podemos contribuir para criar um ambiente escolar mais seguro e inclusivo para todos os estudantes.

Sobre a série "Beleza Verdadeira"

O enredo gira em torno de Lim Ju-kyung, uma jovem que desde bebê enfrenta comentários cruéis devido à sua aparência em seu núcleo familiar. Essa hostilidade atinge seu ápice na adolescência, quando ela se torna alvo de bullying na escola simplesmente por não se adequar aos padrões de beleza convencionais.

Sua vida é marcada por episódios de humilhação, culminando em um ataque devastador que deixa cicatrizes emocionais profundas. Diante desse cenário doloroso, Ju-kyung toma a decisão de mudar de escola, buscando um ambiente onde possa escapar do constante julgamento baseado em sua aparência.

Foto: legiaodosherois.com.br

Determinada a superar as adversidades e encontrar uma forma de se aceitar, Ju-kyung descobre na maquiagem uma ferramenta poderosa de transformação. Ao se reinventar através da maquiagem, ela experimenta uma nova realidade, conquistando amizades e até mesmo o amor. No entanto, essa nova identidade não vem sem seus próprios desafios. A personagem vive com receio de que sua verdadeira aparência seja descoberta e teme reviver o sofrimento e a rejeição que enfrentou no passado.

Essa luta interna entre a aceitação pessoal e o medo da exposição forma o cerne da jornada emocional da protagonista.

Lições da Série - Reflexões sobre Bullying:

Sempre ocupada com o trabalho e preocupada com a família, a mãe de Ju-kyung vive chamando sua atenção, com isso ela não dá espaço de fala para a filha, que acaba escondendo a situação da família e sofre sozinha sem uma rede de apoio.

Quando a verdadeira fisionomia da protagonista é revelada no novo colégio, os alunos passam a julgá-la, então ela começa a faltar na escola. Ao ficar ciente da situação, um de seus professores chamam a atenção dos alunos e aciona a família de Ju-kyung.

Em dado momento da série os alunos reagem de maneira inesperada com Ju-kyung, mesmo após assistirem a um episódio em que a personagem é vítima de uma situação super dolorosa para ela. Sabendo que isso não é um caso isolado da ficção, é fundamental que os familiares eduquem seus filhos para uma cultura anti-bullying, os conscientizando sobre o autoamor e sobre a importância de NÃO praticar esse tipo de violência…

A série também traz o enredo de outro personagem que se suicidou por ter sido vítima de notícias falsas a seu respeito, ele passou a sofrer uma série de ataques e acabou tirando sua própria vida.

Ao final da série, Ju-kyung aprende uma grande lição: “Ouça os conselhos de quem te ama e não dê ouvidos para a opinião de pessoas que não se importam com você”. Este aprendizado muda totalmente a forma como ela vê e age em sua vida dali em diante.

Nossas iniciativas antibullying

No Colégio Prígule, implementamos diversas iniciativas práticas para fomentar uma cultura de respeito, empatia e harmonia entre todos os alunos. Essas medidas têm se mostrado eficazes no combate ao bullying e na promoção de um ambiente escolar seguro e acolhedor para todos. 

Confira algumas das ações que já realizamos:

Em 2022, a coordenação do Fund. II e Médio, em parceria com o orientador educacional, realizou o Projeto Bullying, com os alunos dos 5ºs e 6ºs anos. Por meio de vídeos, leituras, atividades escritas e rodas de conversa, o Colégio Prígule educa os alunos à cultura do respeito e empatia na prática.

Realizamos debates entre os alunos para discutir atitudes que podem impactar o bem-estar de todos, enquanto também oferecemos apresentações didáticas sobre a importância dos cuidados coletivos.

 

Além disso, praticamos a escuta ativa, proporcionando espaços onde os alunos podem expressar suas preocupações e experiências em relação à convivência escolar.

Para oferecer apoio personalizado, realizamos conversas individuais com a psicóloga Roberta, onde os alunos podem expressar suas preocupações e receber orientação. Além disso, promovemos reuniões regulares com a equipe pedagógica para discutir estratégias de apoio e intervenção.

 

Também organizamos bate-papos abertos com a psicóloga, proporcionando um espaço seguro para discutir questões de saúde mental com alunos e suas famílias, visando promover o autoconhecimento e fornecer recursos para lidar com desafios emocionais.

Além da psicóloga Roberta também contamos com o psicólogo e Orientador Educacional Bruno que fica disponível para fornecer suporte individualizado, ajudando os alunos a lidar com desafios emocionais e desenvolver habilidades de enfrentamento saudáveis.

 

Além disso, contamos com uma sala de apoio socioemocional, onde os alunos podem encontrar um espaço seguro para compartilhar suas preocupações e receber orientação. Promovemos também palestras e ações nas salas de aula, abordando temas relevantes para o desenvolvimento emocional e social dos alunos, visando promover uma cultura de cuidado e apoio mútuo em nossa comunidade escolar.

Em nossa escola, valorizamos o desenvolvimento integral dos nossos alunos, por isso, contamos com a disciplina de OPEE (Orientação Profissional, Empregabilidade e Empreendedorismo) nas turmas do nível II e III da Educação Infantil até o Ensino Médio.

 

Os trabalhos de autoconhecimento, identidade e projetos de vida proporcionam aos estudantes a oportunidade de explorar suas paixões, interesses e metas pessoais, promovendo um maior entendimento de si mesmos e de seus objetivos futuros.

Gostou? Compartilhe com seus amigos

Mais para explorar

mulher segundo um espelho com uma expressão feliz de autocuidado
Prígule, me ajuda!

Cuidar de quem cuida: o autocuidado materno

O que significa ser mãe para você? Você já disse a frase: “Nasce uma mãe, nasce uma culpa?”   Já percebeu que, enquanto todos ao